Em 2006 devido a grande demanda por visitação em nossa unidade de produção de cachaça orgânica e pesquisa em fruticultura orgânica, resolvemos implantar uma área de lazer com estrutura para melhor atender o visitante. Saiba mais sobre a
Fazenda Vaccaro .::
Fazenda Vaccaro
Cachaça Orgânica Artesanal Serra das Almas
  Conheça nossa linha exclusiva de produtos. Clique aqui .::
Rio de Contas
 



A Fazenda Vaccaro está localizada em Rio de contas, Cidade mais antiga da Chapada Diamantina com 280 anos de emancipação e tombada pelo patrimônio histórico, com uma população de aproximadamente 15.000 habitantes, 70% destes, moram na zona rural. Rio de Contas possui clima diversificado, 70% do território encontra-se em altitudes médias de 600m, onde a principal atividade é a cultura da cana de açúcar, com área estimada de 800ha.


A grande maioria desta cana é transformada em cachaça, uma pequena parte é utilizada na alimentação animal. Toda a cachaça produzida é vendida a granel para atravessadores pelo preço médio de 0,70 (setenta centavos) o litro, independente da qualidade desta cachaça, este tipo de comércio desestimulou os produtores à fazer cachaça de qualidade. São aproximadamente 500 famílias entre donos de engenho (200) e meeiros (300), trabalhando diretamente com a cachaça. Segundo pesquisa feita pelo EBDA, o custo de produção da cachaça artesanal para uma remuneração de 8,00 (oito reais) pelo dia de trabalho, fica em aproximadamente 0,45 (quarenta e cinco centavos) o litro, gerando lucro líquido ao produtor de 0,25 (vinte e cinco centavos) por litro de cachaça comercializado.

A Fazenda Vaccaro tem um papel muito importante neste contexto, por estar próximo à estes produtores, dá exemplo ao produzir cachaça de qualidade e conseguir melhores preços, através da venda em garrafas, diretamente ao consumidor final. Nas palestras e cursos ministrados pela Fazenda Vaccaro, o enfoque principal sempre está na organização destes produtores para formarem grupos (associações), onde através da união consigam superar as dificuldades e entrar no mercado de qualidade.

Não esqueçamos os outros 30% do território de Rio de Contas que encontra-se em altitudes médias de 1400 m, clima semitemperado. É em Rio de Contas que está a comunidade mais alta do Nordeste, com 1600m de altitude, esta comunidade possui aproximadamente 1500 habitantes, na sua grande maioria descendentes de portugueses, chegados ao Brasil no final do século XVII, em busca de ouro. Denominada de Mato Grosso, hoje suas poucas terras são exploradas intensamente com café, verduras e flores. Vizinha à comunidade de Mato Grosso estão duas outras comunidades, negras (Quilombos), pertencem à comunidade Quilombola Brasileira. São aproximadamente 120 famílias, trabalhando a terra precariamente conseguindo apenas a subsistência.

Cem por cento dos agricultores de Rio de Contas são micro ou pequenos, 95% deles não utilizam qualquer tipo de agrotóxico e 85% não utilizam adubos solúveis. Em função destes dados a Fazenda Vaccaro está buscando a conscientização e organização dos agricultores, para melhorarem a qualidade de seus produtos através da agricultura orgânica e num futuro próximo, comercializar estes produtos junto aos mercados mais exigentes, melhorando assim a renda da comunidade agrícola local.

Aspectos Históricos

A colonização da Chapada Diamantina, zona fisiográfica onde se localiza o atual Município de Rio de Contas, teve início em 1681, com a distribuição de sesmarias ao longo do rio Jaguaribe e Paraguaçu, nas zonas de Maracás e Orobó, e ao longo do Rio de Contas, até Barra do Sincorá. Por volta de 1690, viajantes vindos de Goiás e do Norte de Minas Gerais, dirigindo-se para Salvador, Capital da Província do Brasil, fundaram um ponto de pouso em um Planalto da SERRA DAS ALMAS, à margem do Rio Brumado (o então Rio de Contas Pequeno), onde edificaram uma capela sob a invocação de Nossa Senhora de Santana. Esse povoado ficou conhecido como Arraial dos Creoulos. A partir de 1700 , o povoado era visitado por bandeirantes paulistas, inclusive o famoso Sebastião Raposo Tavares, que para lá tinha ido à procura de ouro.

Estes garimpeiros que vieram em grande número, no ano de 1718 criaram a 18km do Arraial dos Creoulos, numa altitude de 1500m, a primeira Freguesia do Alto Sertão, ou Sertão de Cima, com a denominação de Freguesia de Santo Antônio de Mato Grosso (havia, na época, 20 freguesias em toda a província da Bahia. Devido à dificuldade de acesso à Freguesia de Santo Antônio de Mato Grosso, em 1724, transferiu-se a vila para o Arraial dos Creoulos, que desde então passou a denominar-se de Minas de Rio de Contas (hoje, Rio de Contas).

Originariamente o Município abrangia vasta extensão territorial. Compreendia toda a região hoje conhecida como"Chapada Diamantina", todo o Alto Sertão Baiano, ou Sertão de Cima, como era então conhecido, quase toda a bacia do Rio de Contas Grande (atual Rio Rio de Contas) e parte da Bacia do Rio São Francisco. Em 28 de Agosto de 1885, pela Resolução Provincial Nº 2544, a Vila de Minas de Rio de Contas foi elevada à categoria de Cidade, passou a denominar-se, simplesmente, Rio de Contas.

Turismo em Rio de Contas

Rio de Contas está retomando seu crescimento através do turismo Cultural e Ecológico, Sua arquitetura é das mais bem preservadas dentre às cidades históricas da Bahia, possuí acervo de documentos com mais de 200 anos, hospitalidade de uma cidade de interior. Segundo o Guia Brasil 2003, principal publicação das Revistas 4 Rodas, Rio de Contas recebeu o prêmio especial “Conservação do Patrimônio”.

Na área da ecologia, Rio de Contas está na parte Sul da Chapada Diamantina, possui os picos mais altos do Nordeste, Pico das Almas 1950m acima do nível do mar, Pico do Itobira 1970m e Barbado 2033m, hoje o pico do Barbado encontra-se dentro de uma APA (área de proteção ambiental), esta APA leva seu nome. Devido à diferentes climas proporcionados por estas serras e vales, Rio de Contas apresenta uma das maiores biodiversidades vegetais do Planeta, motivo de vários estudos feitos por pesquisadores, inclusive estrangeiros. Dentre esta flora riquíssima encontra-se a família das orquídeas com uma das maiores diversidades.

Onde ficar em Rio de Contas

Pousada Rio de Contas
2 suítes e 11 apartamentos, piscina.  FoneFax (77) 3475-2090
e-mail: pousadar@terra.com.br
hp.bahianews.com.br/pousadar

Hotel San Felipo
31 apartamentos e 5 suítes, piscina, sala de jogos, quadras poli esportivas, quadra de tênis.
Fone (77) 3475-2025

Pousada Pérola do Rio
19 apartamentos.
Fone (77) 3475-2191

Raposo chalés
14 chalés e 7 apartamentos, piscina, camping.
FoneFax (77) 3475- 2111,
e-mail: raposo@clubenet.com.br
web: www.clubenet.com.br/~raposo

Hotel Maia
8 apartamentos e 6 quartos.
Fone (77) 3475-2091

Pousada Rosa
2 apartamentos e 4 quartos.
Fone (77) 3475-2188

Pousada dos Eucaliptos
8 quartos
Fone (77) 3475-2055

Serviços

Pouso dos Creoulos - Agencia de Turismo
FoneFax: (77) 3475-2018
e-mail: pcreoulos@clubenet.com.br
web: www.clubenet.com.br/~creoulos

Banco do Brasil 24h

 

 
 
Nossos produtos são representados por profissionais de vendas em várias partes do Brasil e do mundo. Saiba quem são. Clique aqui .::
 
A equipe da Fazenda Vaccaro mantêm um canal aberto com seus clientes. Utilize este canal para entrar em contato conosco. Clique aqui .::
Rio de Contas
 
Rio de Contas
Rio de Contas é, reconhecidamente, um pólo de turismo histórico, com valor inestimável para a Bahia. Saiba mais sobre a cidade de Rio de Contas .::
.
A agricultura orgânica, visando a não utilização de agrotóxicos e adubos químicos solúveis, foi o único sistema de agricultura durante mais de 10.000 anos. Sua sustentabilidade dependia de maior respeito à natureza.
Saiba mais .::
.
nossas certificações
home | missão | produtos | certificações | distribuidores | produção de cachaça | agricultura orgânica | contatos
Copyright © 2004-2005 . Webtiva.com . Todos os direitos reservados.
home contatos créditos do site versão em português english version missão agricultura orgânica nossos produtos produção de cachaça nossos distribuidores nossos prêmios e certificações rio de contas